terça-feira, julho 22, 2008

I'm Back

Pois é, estou de volta, tribo do meu coração! Cheguei na 6ª feira e vim logo a correr para o PC... Qual não é o meu espanto que o dito estava "flat line"... Mortinho! Não dava sinais de vida. Fiquei logo com um humor que nem vos digo nem vos conto...

Mas cá estou para vos contar tudo sobre a minha mini viagem a Londres.

No 1º dia cheguei ainda de manhã e aproveitei para ir logo para o centro de Londres visitar alguns monumentos. Fui ver a Abadia de Wesminster com um guia daqueles que trazemos ao peito e que parece um telefone... Mas, helas!, este tinha a voz do Jeremy Irons... Oh, só por isso valeu a pena o "banho de história". A Abadia é lindíssima e riquíssima em história.
A seguir fui à Torre de Londres onde me deliciei com as histórias de tortura e banhos de sangue. Desculpem-me esta frontalidade, mas é de natureza humana gostar de saber estas coisas... Desde que façam parte de história antiga, convenhamos...
A Torre tem um encanto um pouco sombrio e não deixei de olhar para os corvos que, diz a lenda, têm de estar na Torre para "proteger" a monarquia... Correndo o risco de ficar sem um dedo, ainda estiquei a mão para tocar num, mas após uma rápida reflexão em relação ao tamanho do bico da ave, retirei a mão...
Vi o render da guarda na Torre. Uma pequena demonstração do que será aquela do Palácio de Buckingham.
Foi-me completamente impossível tentar retirar o chapéu ao guarda. Estão protegidos pelas cordas que cercam as preciosidades nos museus... Sou incapaz de transpor essas cordas.. è como se existisse um campo invisível que não me deixa passar para o outro lado. Maldita consciência! Lá ficou um incidente diplomático por concretizar...
No entanto, usando a sabedoria que tinha sobre o bom sentido de humor dos "beefeaters" - guardas da Torre - pedi a um o chapéu para tirar um foto. Duma forma muito britânica disse-me que não mas não se livrou de tirar uma foto comigo. Tinha logo de apanhar o único beefeater mal humorado...

No 2º dia da parte da manhã fui ver as vistas no London Eye. Lindíssimo. Achei o Big Ben pequeno e por isso apelidei-o de Midi Ben... Fui ainda ao museu do Dali que, por sorte, tinha uma exposição do Picasso. Muito bom...
Da parte da tarde fui para Egham. É aqui que se situa o Royal Holloway University of London onde o meu irmão terminou nos 2 anos o Mestrado em Information Security. Não o tirou in situ mas em Lisboa. Ia ao consulado britânico fazer os exames. Foi à Universidade umas 2 vezes nestes dois anos. Acabou com distinção! Palmas para o meu irmão que merece toda a minha admiração e orgulho.
A cerimónia, assim como a universidade é, foi lindíssima e assistimos com um imaginário "fio de baba" as escorrer do queixo... Babados de orgulho!

But, ah ha! Hoje fico por aqui... Amanhã contarei o resto.... É que, entretanto, vai dar os Tudores na RTP1 e aproveito para rever as paisagens londrinas e apreciar o actor que faz de Henrique VIII... Mas qual Ana de Bolena?! Se ele fosse assim e eu tivesse vivido naquele tempo, arranjava forma dela ser exilada junto com a Rainha e casava eu com ele! Que homem!

Long Live da Queen!

Tribal Kisses for all!!!!

5 comentários:

BC disse...

E Londres está no mesmo sítio, é melhor ver o filme porque até é bom.
Sê benvinda de novo à blogosfera
Beijinho para ti

Fátima André disse...

Bemmmmmmmmm aguardamos o resto da epopeia que espero termine ilustrada com uma foto ao estilo que descreveste num dos posts anteriores... daquelas que deixam rastos nos povos por onde passas :)
Um abracinho ;)

Raul Martins disse...

E contigo também bato palmas ao teu irmão. E que bonito é ver os irmãos com orgulho uns dos outros.
.
E fico feliz por ver que estes dias por terras de sua magestade imenso bem te fizeram, pois vens cheia de energia e cheia de bom humor. E ainda bem.
.
Carpe diem tribal!

Marta disse...

Ah, sim vou querer saber o resto..
Pareces estar cheia de energia e alegria....Que bom!!!!
Até já - para o chá...
Beijos e abraços
Marta

Maria do Carmo Cruz disse...

Olha, minha Querida, estou feliz por ti, por tudo de uma assentada. Mas, por favor, faz minhas as palavras do Raul...
Sê bem-vinda. Beijinho da Ouma