domingo, julho 27, 2008

À Minha Tribo:

Amigos! Então?!

Olhem, hoje andei aqui a fazer a minha ronda dos blogs e deparei-me com um clima de dor e tristeza tal que mais parece uma associação de "carpideiras" do que uma Tribo de Afectos.
Mas a culpa foi minha. Eu sei. Peço imensa desculpa, mas quando postei o texto sobre os nossos "direitos e obrigações tribais" esqueci-me duma parte.
Vamos então a isso:
Meus lindos, mas quem vos disse que o afecto sabe sempre bem? Porque pensam que, o bem das pessoas que estimamos na Tribo é, obrigatoriamente, o nosso bem também?
Vejam bem. É nossa OBRIGAÇÃO querer a felicidade dos membros acima de tudo o resto! Fiquem felizes pela nossa maravilhosa Poetisa!
Vai levantar voo! Vai expandir as asas e cruzar os ceús! Se a quiserem ver, basta olharem para cima que lá estará ela a sobrevoar-nos sempre, mas sempre, a olhar por nós!
Claro que me parte o coração não ter os sorrisos da minha LINDA BC todos os dias. Mas enche-me o peito de orgulho que ela planeie outros rumos. E lembrem-se um dia poderemos ser nós a sentir a necessidade de mudar de horizontes. Isso não quer dizer que não nos levemos uns aos outros no coração....
Tal como disse à minha Teresinha, a raposa ficou muito triste quando o Principezinho teve de se despedir. Mas entendeu que tinha de o deixar ir porque havia uma rosa lá no planeta dele que precisava de cuidados.
As rosas da Isabel precisam dela e lembrem-se que os nossos laços já foram firmados a "ferro e fogo". Nada os quebrará!
Por mim, aqui deixo a minha ovação à Isabel pela coragem de se "desprender" e aventurar-se noutros voos...

Tudo de bom minha AMIGA!!!

9 comentários:

ematejoca disse...

Concordo com tudo o que diz, querida Renard. Adorei tanto as suas palavras que lhas "roubei". Espero que esteja de acordo.
Vou retirar tudo o que escrevi.
Só quero, que ela seja feliz.
Bem, uma coisa, em que pensei ao saber a notícia, é que tivesse acontecido alguma coisa trágica à rosa doente da Isabel.

Também os meus parabéns à raposinha, por escrever tao bem.

Bj*************

RENARD disse...

Ó minha querida Teresa:

Tem a minha permissão para roubar as minhas palavras sempre que quiser e sentir essa necessidade.
Eu sei que se assustou com a repentina onda de despedidas e lágrimas. Mas agora passado o susto, vamos todos ficar contentes pela nossa BC e fazê-la saber que, onde quer que ela se encontre, esta Tribo jamais a deixará...

Big kiss sweetie.

P.S.: No one is so cold as not to feel the tragic pain of the possible lose of a friend, right?
And between you and me, being outspoken and truthful isn't being cold my dear, it's being honest and true to oneself.
You've earned your place in my heart. :)

BC disse...

OBRIGADA POR TUDO, ESPECIALMENTE PELAS PALAVRAS.
Isabel

Marta disse...

É isso...outros voos....
Pairar sobre outros oceanos...brincando sempre com a brisa....
Até já....passa lá para tomares chá comigo...
Beijos e abraços
Marta

ematejoca disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
ematejoca disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
ematejoca disse...

Só um beijinho de boa noite, kleiner Fuchs!

Maria do Carmo Cruz disse...

Minha Querida, se foste ao meu blogue já sabes que vou "bloga" no vácuo, isto é, vou para a aldeia onde não quero ter internet.
Queria pedir-te apenas que vivas, que vivas intensamente, que não permitas a ininguém que te faça infeliz, a começar por ti própria. Um beijo com um carinho especial.
Ah, quando digo que te desvelaste, quero dizer que te desnudaste, te despiste, nos mostraste a alma.
Não respondas, minha Linda, porque o sussurro da brisa nocturna me trará a tua resposta. Avó muito Pirueta para ti...

ematejoca disse...

Ai, meu Deus, Renard, tire-me duas das mensagens. 3 Teresas é muita coisa.
Minha querida, vou desaparecer só por uns dias, e levo-a comigo no pensamento.
Nestes dias vou ler o "Le Petit Prince" (a última vez que o li foi há mais de dez anos) como uma espécie de uniao com a "Tribo".

So long!