quarta-feira, julho 23, 2008

Renard does London part II

Pois é, cá estou para continuar a minha saga... Já vi os meus episódios d'Os Tudores. Meninas estejam atentas ao Duque de Suffolk... Que homem!

Depois da Graduação fomos até Ashtead, onde moram uns amigos da família e onde eu e os meus pais estavamos a ficar, para um churrasco à sul-africana. Que saudades! Foi muito bom. O casal tem duas filhas: a Jessica de 4 anos e a Shawna de 2. Claro está que, até à hora do jantar, estive no jardim a brincar com as miúdas e fiquei ainda mais cansada. Mas é um cansaço bom...

No 3º dia fui directamente para a Madame Tussauds. Aqui sim pude extravazar as minhas parvoíces todas. Acabei por pôr os outros vistantes a rirem-se das minhas poses. Devia ser assim uma coisa rápida mas a nossa máquina fotográfica demora eternidades a tirar as fotos e fiquei a fazer as figuras, que verão nas fotos acima, por muito tempo.
Depois do museu de cera fomos até Picadilly onde vi, também, o Trocadero. O meu irmão tinha-me dito que havia uma livraria perto de Picadilly com 4 andares e que se chamava Waterstones. Sendo que este lugar nos pareceu o céu na Terra, a minha mãe e eu não nos poupamos a esforços e dores nas pernas e pés até encontrarmos esta preciosidade. Demoramos uma hora a dar voltas até que, como uma aparição, vejo um sinal enorme a dizer Waterstones... Entramos e soaram as trombetas dos anjos...
Digamos que depois de uma boa hora lá, voltamos com uns quantos sacos de livros... Afinal de contas, são bastante mais baratos que em Portugal.
Depois encaminhamo-nos para Trafalgar Square para dizermos um olá ao Lord Nelson. Lá estava ele, imponente no seu cavalo e, atrás dele, o National Gallery. Infelizmente, não tendo muito tempo decidi não visitar museus porque ocupam umas boas horas que não tinha... :(
A próxima visita será só museus e musicais...
O passo seguinte foi ir ao South African House que fica em Trafalgar e, nas redondezas, encontrar uma pequena loja que vende artigos feitos na África do Sul. As guloseimas que comia em garota e que aqui não se encontram. Mais uma hora à procura da dita loja e mais meia hora a comprar aquelas coisas boas das quais já nada resta senão um aumento de peso corporal...
Seguidamente atravessamos a pé o St. James Park até o Palácio de Buckingham. A Rainha estava lá, já que, a bandeira estava hasteada.
(Neste momento estamos a entrar no reino da invenção...)
Ainda chamei:
- Ó Beta! Anda cá fora amori! Mas aquela snob não me ligou nenhuma...
Depois mudei de estratégia:
- Ó Gui! Williaaaaammmm!!!! Anda cá fora para te prespegar dois beijos nessa cara laroca! Ainda o vi à janela mas a namorada fechou as cortinas... Ai, as vicissitudes do amor....
(Neste momento saímos do reino da invenção...)
Andar o jardim todo é um esticão. Mas vale a pena porque é lindíssimo e cheio de bichinhos queridos como o esquilo que verão acima. Não, não lhe estiquei a mão porque ao não ter o que lhe oferecer para comer, poderia se contentar com um pedaço de dedo...
Depois fizemos o caminho ao contrário de volta a Trafalgar pr«ara nos encontrarmos com o meu pai, irmão e cunhada. Fomos comer um waffle ao Garfunkel's... Hum... Que pecado....
Depois fomos a Convent Garden onde fazem um género de mercado de bugigangas... Além disso, é onde se concentram os artistas de rua embora não tenha visto nada de especial...
Depois lá voltamos para Ashtead que ainda fica a uns 45 minutos de comboio de Londres. Estava estoirada... Mas não pensem que a Jessica e a Shawna tiveram pena de mim... Nada disso! Assim que entrei em casa, lá vieram elas e lá fomos brincar. Deitei-me às 22.30h e só acordei às 07.00h da manhã seguinte.
Neste 4º e último dia, fui tomar banho e qual não é o meu espanto quando percebo que os meus ombros estavam rígidos e que não consegui por o champô na cabeça... Foi muito cómico. Punha as mãos na cabeça e andava com ela à volta.
Despedimo-nos da Família Monteiro que nos recebeu muito bem em sua casa e lá fomos deixar as malas na Estação de Waterloo. O meu pai ficou na estação a tomar conta das malas e eu e mi madre fomos dar um passeio pela zona de Victória... Escusado será dizer, voltamos cheias de livros...
E pronto, lá fomos para Heathrow e fizemos uma boa viagem até cá...

E cá está...l Tentei aproveitar ao máximo o tempo e força que tinha.

Espero que gostem do relato e das fotos acima e abaixo.

Beijos e abraços tribais

3 comentários:

Tanacea disse...

There was once a Debbie that... ummmmmmmm.... did Dallas...

Any connection?

Maria do Carmo Cruz disse...

Fine narrative (description and narration). And, as a matter of fact, you did precisely the same way and used the same means of transport (walking) as I did with my grandchildren on our last day in London two years ago.
I give you an A... Kisses, Ouma

Raul Martins disse...

E fico feliz... porque sim... e estes dias fizeram-te muito bem.
Obrigado pela partilha.