segunda-feira, abril 17, 2006

Os sentimentos não têm noção de justiça...

... sendo tao calculista... pensei k tivessem...
Como em poucas palavras percebemos como os outros nos vêem. É a velha história de que a honestidade brutal é tão linda e perfeita até nos tocar a nós... Não é?
Calculista... Quase parece que se está a falar de um homicídio premeditado. E quem sabe se não o é mesmo?
A morte de um sentimento, de uma relação,de uma empatia,de uma curte.
Um aborto de algo que podia ter existido mas que não existiu porque não merecia viver...
Não, os sentimentos não têm noção de justiça. Não está errado ou certo sentirmos isto ou aquilo. O que pode estar certo ou errado são as consequências que os impulsos desses sentimentos podem trazer...
A dor, o prazer, a angústia, o bem-estar, a alegria, a infelicidade, a vida e finalmente a morte...
Calculista? Talvez... Se soubermos o que lá vem, desviamo-nos a tempo!

3 comentários:

^vVv^ disse...

Sentimentos injustos??? Estás a querer dizer que a ressonância afectiva que tens da tua experiência é injusta? Ainda por cima é injusta por questões morais (certo ou errado sentir isto ou aquilo)? Já agora....

Tiago disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tiago disse...

Maninha diz:
É a velha história de que a honestidade brutal é tao linda e perfeita até nos tocar a nós...Não é?

Sei k eh metaforico!
Mas kah vou opinar:

Axo k a honestidade nao tem kk indole "estetica", nao eh por ser bonito ou feio k eh perfeita! Nao considero k exista perfecionismo na honestidade!

Eh incrivel como se evidencia, nao eh?!?
A honestidade vive de um ciclo inverso, nao eh susceptivel de ser manipulada, pensada e produzida!
Cresce e produz-se no instante fugaz e fugidio!
Eh tao autentico e ingenuo! As coisas simplesmente fazem-se, dizem-se e sentem-se!

Nao eh pelo tom que aplica-mos k determina a sua finalidade!
Nem um simples esboço expressivo, dita o seu destino!
Muito menos um sentimento, reeivindica a sua vontade!

Axo k a honestidade nao tem genero, tem antes o genio do nosso ser, flui naturalmente, sem esquemas ou planos pre-definidos...
Reside nakela massa cinzenta k nao utiliza-mos...
Axo k eh a unika atitude k nao se deve medir, senao nao eh atingivel na sua plenitude!
Vem de dentro, do desconhecido, d'onde td eh inato e puro! Ausente d preconceitos, isento de mutacoes...
Eh sincero!

Jah no contexto de receptor, a honestidade pode ser dura e crua!
Mas antes eh peferivel conhece-la, acredita!
No meu caso ixo nao aconteceu! km sabes!!!
Viver no desconhecido, desperta muitas mais duvidas!
Eh muito mais complicado supera-las... e uma vez conhecida a razao, mais facilmente se encontra a solucao!
Mesmo k esta paxe por nao soluciona-la, entends! Ao menos jah eh conhecida... e pds criar mecanismos de defesa!!!

O que euh nao dava por um momento d honestidade!
Hj nao penso, ou pouco penso! Mas a duvida persiste!!!
Eh complicado...